Surpresa!


Já postei esse “poema” no meu fotolog, mas além do desejo de transpor ele pra cá, esse meu novo catinho de divagações mentais… Quando eu estava indo dormir dei uma última olhada pelos meus emails e chegou a notificação de que dos 1275 poemas enviados foram selecionados 100, e destes restarão 10. Estou entre os 100 e dos dois poemas que enviei esse foi selecionado.

E o agradecimento vai para o paradoxo que é a vida!

Contradição

O sol que aquece do frio,
é o mesmo que irrita no calor.

A chuva que atrapalha o trânsito,
é a mesma que nos lava a alma nos dias de tristeza…

O amor…
A maior felicidade
A maior dor.
Sentimento que me faz oscilar.

Me sinto a beira de um precipício,
quero saltar!
Mas meu pés parecem presos, amarrados por um medo.
Medo que eu quero descartar…

Porque sempre evitar dizer o que se sente?
Se as janelas da alma – os olhos –
Nos entregam.
Gritam em meio ao silêncio.
Torna visível o que tentamos evitar.

E no meio disso tudo,

Ele olha pra mim.
Ele ler minha alma.
Me deixa despida de receios,
me desconcerta…

A.A.E.D

Um pensamento sobre “Surpresa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s